Quem sou eu

Minha foto

Graduada em Processamento de Dados
Pós-Graduação em Gestão Estratégica de Negócios

sábado, 18 de outubro de 2014

Seu lugar na História

Quando Lula tomou posse, meu pai , um homem endurecido pela estrada e pela vida, que cursou até a 6º série do ensino fundamental, chorou.  Viu em Lula um pouco de sua história, um homem do povo que governaria para o povo, sem esquecer de onde veio, com justiça e ética. Em 2006, abalado pelo Escândalo do Mensalão,  votou em Alckimin e em 2010 fez campanha entre os pacientes da hemodiálise por José Serra.

Lula poderia ter deixado um legado nobre, mas se desviou do caminho, se embebedou com o poder, passou a ter comportamentos indignos de sua história e sem compromisso nenhum com a seriedade e o impacto que suas falácias tinha sobe os mais simples. Ainda me lembro de um senhor, que de seu tinha seu carrinho de jardineiro, em idade avançada e ainda trabalhando, dizendo que determinado fato não poderia acontecer porque o Lula não ia gostar. Mais do que espanto que nos causa declarações ingênuas como esta, dentro do jogo sujo do poder que boa parte dos políticos brasileiros gostam de praticar, me comovi com a esperança que foi depositada sobre os ombros de Lula. Qualquer pessoa que tenha sobre si um peso desses, trabalharia de corpo e alma para responder aos anseios dos que não tem voz, para transformar esperança em realidade, para materializar em direitos aquilo que é dado conforme a conveniência.

Lula passou a fazer discursos falaciosos e maliciosos. Tendo em uma das mãos a fé que estas pessoas depositavam nele, passou a pregar, no melhor estilo de Coronel dos livros de Jorge Amado, a separação de classes. Agora, não sendo suficiente, prega o ódio à regiões inteiras do país. Não contente em ter chegado lá, quis deixar claro que o Coronel tinha tanto poder que bastava seu apoio e qualquer um, como Dilma gosta de afirmar, poderia ser presidente. E foi assim que ele catapultou à Presidência, uma pessoa de competências questionáveis, que vai deixar como herança aos brasileiros, um governo naufragado em um mar de lama e que, semelhante às czarinas, decidiu aconselhada pelo Rasputins de ocasião, os caminhos econômicos e políticas do governo. A cidade de São Paulo tem semelhante fardo para agradecer a Lula e o Estado de São Paulo escapou a tempo. Quero aqui fazer uma observação: Graças a Deus, vivemos em um país democrático onde qualquer um pode ser Presidente, mas como já disse antes, isto não é para todos, tem que ter qualidades e requisitos que o cargo exige; o que evitaria em tese que se desse as mãos e sabe-se mais  o quê  a países e organizações que massacram populações inteiras.

Interessante é que agora ele poderia discretamente apagar a luz e se preocupar com sua herança política, com seu lugar na história, mas bastou uma declaração de Fernando Henrique Cardoso, sua eterna Nemêsis, para que ele juntasse água e óleo, acendesse o fogo e jogasse a mistura na cabeça dos brasileiros. Triste epílogo para uma jornada que poderia ter sido gloriosa, que enchesse brasileiros, como meu pai, de orgulho e não o obrigasse, no final da vida a fazer uma revisão dolorosa de suas crenças. Quando meu pai votou em Lula, acreditou que mudaria o curso da nação, que fazia um bem maior. Acabou desiludido.


Sobre os ombros de Aécio semelhante peso se acumula. Ele é o fiel depositário dos anseios, da esperança e da crença que podemos ser melhores. Que, se eleito for, ele faça de seu período frente à Presidência, uma época de prosperidade, justiça e diminuição das desigualdades. Que ele não se contente em alimentar a miséria, mas como ele mesmo diz, que ajude estas pessoas a superá-la. Que não vejamos em seu governo a triste sina de escândalos diários. Que as riquezas produzidas pelo Brasil sejam de fato transformadas em saúde, educação e serviços de qualidade aos brasileiros. Que ele escolha cautelosamente as pessoas que trabalharão ao seu lado pelo bem que podem fazer e não pelos bens que possam acumular.Que nossos jovens possam dar frutos e não serem abatidos pela violência. Que o Brasil deixe de ser promessa e cumpra seu destino,em direção à  grandeza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário: