Quem sou eu

Minha foto

Graduada em Processamento de Dados
Pós-Graduação em Gestão Estratégica de Negócios

domingo, 26 de outubro de 2014

Grandes expectativas

Acabo de recepcionar minha tia e avó, que viajaram por seis horas e amanhã viajarão por mais duas para votar em Aécio Neves. Meus primos, que vivem no estado do Mato Grosso se empenham em ações e campanhas nas redes sociais. Amigos no exterior já se preparam para viajarem por horas para votar também em Aécio. Conversando com cada uma destas pessoas, há convicção que com ele há de se iniciar um novo tempo, com justiça, eficiência, dedicação e capacidade. Para muitos amigos, é o final de uma longa noite escura.

O que nos move ? Muitos são movidos pela indignação, pelo descaso e usurpação da coisa pública, por terem certeza que há muitos Paulo Roberto Costa ainda operando livremente nos corredores do governo, fazendo negociatas e construindo um patrimônio invejável,  às custas das empresas públicas  e impostos pagos pelos contribuintes,  à parca remuneração de fundos como o FGTS que devolve ao trabalhador na hora de necessidade ( desemprego ou doença) um capital que recebeu rendimentos de 3% ao ano, taxa muito inferior à inflação registrada no período e que é utilizado para empréstimos escusos à empresas que poderiam captar recursos em outras fontes e a governos estrangeiros. O cansaço com o  descaso e má-administração de obras e programas que jogam no ralo dinheiro que poderia ser melhor aplicado em outros setores da economia ou que, ao não serem utilizados,  diminuíssem o rombo das contas públicas. Fartos de ler todos os dias nos jornais notícias sobre corrupção e desvios, de saber que seu governo conta com 39 ministérios ineficientes, que as diretorias de bancos e empresas públicas estão tomadas por pessoas incompetentes em cargos estratégicos. E outros tantos pela revolta que decretos e projetos de regulamentação despertam ao criar novos núcleos que usurparão prerrogativas que cabem ao judiciário e ao poder legislativo e cercearão a liberdade de imprensa.

Vivemos uma longa noite de cobriu o Brasil por doze anos, mas que teve os seus piores momentos nos últimos quatro anos. Temos grandes expectativas com a mudança. Desejamos que todos estes casos sejam devidamente investigados, que os negócios lesivos à coisa e ao patrimônio público sejam cancelados. Que os empréstimos escusos sejam pagos. Que todos os atos perniciosos, de má-fé ou não sejam devidamente documentados e que o público tome conhecimento de tudo, do prejuízo total para que nunca se repita um erro destes. Que todos os camaradas que estão em cargos comissionados sejam defenestrados, que se preste mais atenção ao candidato e menos no marketing envolvido. Que nunca mais na história do Brasil se faça uma campanha eleitoral mentirosa como foi a de Dilma e que não se use os menos afortunados como massa de manobra  acabando por serem vítimas de campanhas de terror mentirosas e ardilosas. Que as negociações com o Congresso sejam pautadas por idéias e ações e que nunca mais se pague em moeda ou em cargos por projetos que são do interesse do povo.

Que todos saibam que a mesma energia gasta nas redes sociais para denunciar e apoiar candidatos será usada para acompanhar de perto as evoluções de negociações no Congresso. E que os membros do Legislativo que assumirão seus cargos em janeiro saibam que este é um movimento irreversível. Que sabemos que os desmandos na Petrobrás se iniciaram para atender demandas de partidos e que os frutos da pilhagem foram divididos entre os mesmos partidos. Que queremos punição exemplar para os responsáveis e o devido ressarcimento aos cofres públicos daquilo que pertence aos brasileiros. Que daqui a poucas horas, quando as portas dos locais de votação se abrirem , que será o início uma nova era política no Brasil, onde o Governo será pelo povo e para o povo e não para responder aos anseios e saciar a ganância de poucos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário: