Quem sou eu

Minha foto

Graduada em Processamento de Dados
Pós-Graduação em Gestão Estratégica de Negócios

segunda-feira, 16 de junho de 2014

Por que tantos realitys shows?


Os ingleses são sempre lembrados por sua fleuma, suas inúmeras contribuições à humanidade e seu senso de humor peculiar. Eles são também os responsáveis pela criação e divulgação dos reality shows,que são uma verdadeira praga na televisão.
Por que você precisa assistir o dia a dia de pessoas, que geralmente não fizeram nenhuma contribuição significativa para a sociedade começando com nada e terminando em lugar nenhum? Temos realitys sobre tatuadores, carros,cozinha, moda, vida de pessoas que não tem nenhum talento, famílias, reabilitação, perda de peso e por aí vai. Você vê e assiste o pior lado do ser humano, comentários fúteis, alianças, humilhações,  sabotagens, ostentação, partos, comentários sobre a performance de participantes desnecessariamente rudes,enfim, nada que some e o que se aprende poderia ser ensinado de outra forma. E depois compra os produtos lançados pelas “celebridades”.
A programação da TV por assinatura está repleta deles. Além da dublagem na maioria dos canais, os que oferecem áudio original muitas vezes não tem legenda. Assistir um reality brasileiro já é difícil, o dublado,impossível. Antigamente você assistia a documentários maravilhosos, que realmente acrescentavam algo.Hoje, canais como o History Channel, Bio e Discovery são insuportáveis.
Somos tão vazios assim? Somos tão perversos e competitivos? Qual o papel da intimidade em nossas vidas? O que aconteceu com o bom e velho “foro íntimo”? Você vai para a internet, entra no Facebook e todo mundo tem pelo menos dois amigos que narram seu dia nos mínimos detalhes, ou seja, reality no Face, que por sinal é a coisa mais chata do mundo e às vezes, constrange a gente por tabela.
Até aparecer um formato novo, a melhor coisa da TV hoje em dia é o controle remoto. Depois dele, o botão de desligar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário: