Quem sou eu

Minha foto

Graduada em Processamento de Dados
Pós-Graduação em Gestão Estratégica de Negócios

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Estamos sós?


A Nasa detectou esta semana um sinal vindo do Aglomerado de Perseu, que fica a 240 milhões de anos-luz da Terra. O sinal é um pico de intensidade em um comprimento de onda  muito específico de luz de Raio-X. Os cientistas que estão pesquisando o sinal acreditam que através de sua análise seja possível explicar a composição matéria escura.

Esta não é a primeira vez que sinais são detectados.  Em 1977, o pesquisador Jerry E. Ehman recebeu o Sinal Wow!, que foi batizado assim por ser a exclamação anotada por ele na análise da recepção. O sinal foi captado por radiofreqüência  enquanto ele trabalhava no Projeto Seti no telescópio Big Ear da Universidade Estadual de Ohio.

A intensidade da variação do sinal foi codificado como 6EQUJ5 e dois valores diferentes foram dados por sua freqüência, sendo que o segundo valor é muito próximo da freqüência da Linha do Hidrogênio  e segundo cálculos, ele se originou na Constelação de Sagitário . Várias explicações que surgiram na época acabaram por ser refutadas, inclusive que o sinal tenha se originado de algum experimento militar. Entretanto, nunca mais o sinal foi captado, mesmo com aparelhos mais precisos. Em 2012, no aniversário de 35 anos de recepção do sinal, foi enviada uma mensagem de resposta, a Mensagem de Arecibo, contendo 10.000 tweets, para o mesmo local de onde os cientistas acreditam que o sinal tenha se originado.

Com os avanços na área de astronomia gerados por dados enviados por telescópios cada vez mais potentes, sabe-se que em outros planetas há condições para a geração de vida (uma bactéria é uma forma de vida). São tantas galáxias, tantos planetas, que penso ser matematicamente impossível estarmos sós. Se estamos sós, cientificamente falando, somos fruto de uma série de ocorrências que aconteceram coincidentemente no tempo exato em que poderiam ocorrer. Quem sabe logo não receberemos uma resposta das mensagens selecionadas por Carl Sagan, que estão gravadas em um disco de ouro a bordo da Voyager 1, lançada há quarenta anos e que deixou o sistema solar no ano passado? 

2 comentários:

  1. acredito que não estamos sós.
    repetindo parte da matéria, penso ser matematicamente impossível estarmos sós.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também acho que não. Acho que eles também se devem fazer a mesma pergunta!

      Excluir

Deixe aqui seu comentário: