Quem sou eu

Minha foto

Graduada em Processamento de Dados
Pós-Graduação em Gestão Estratégica de Negócios

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Quando a intolerância torna-se religião

Não muito conhecida no Brasil, a Igreja Batista de Westburo  é uma igreja fundamentalista batista que nasceu em Topeca , em Kansas, nos Estados Unidos, fundada  por Fred Phelps. Importante salientar, antes de continuarmos que a Igreja Batista não reconhece a Westburo como associada ou afiliada.
As pregações na igreja são violentas, principalmente contra os homossexuais , a quem eles creditam o declínio moral dos EUA. Em cartazes que os membros ( graças a Deus, não mais que quarenta) exibem em protestos, boa parte deles realizados próximos aos funerais de soldados americanos mortos no Iraque ou Afeganistão, há frases como “Obrigada ao 11/09”, ou “ Deus odeia bichas”. Os protestos acontecem perto dos funerais são justificados pela morte em combate por uma “nação de sodomitas”. O pastor Fred Phelps faleceu em 19/03/2014, não sem antes ter sido excomungado por pregar “uma aproximação” mais suave com as pessoas.


Classificados como um “grupo de ódio” e monitorados por outros grupos, eles pregam basicamente que todos aqueles que não vivem como eles vão para o inferno. Não há uma palavra de amor, de comunhão, de amparo, incentivo à caridade em nenhum de seus sermões e eles são considerados “as pessoas mais odiadas da América” e algumas vezes são agredidos nestes protestos, onde eles levam crianças. Eles protestaram inclusive na cidade em que Steven Jobs foi enterrado.

Distante de qualquer mensagem cristã, este grupo provavelmente está fadado ao desaparecimento, como outros de mesma natureza antes dele sumiram. Deus está onde há amor, esperança e caridade e a mensagem de Jesus Cristo é bem diferente do que se prega lá dentro. As vezes, o mal que se aponta nos outros é aquele que habita nossos corações.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário: