Quem sou eu

Minha foto

Graduada em Processamento de Dados
Pós-Graduação em Gestão Estratégica de Negócios

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Haitianos em São Paulo

Crueldade. Esta é a primeira palavra que passa por minha cabeça ao pensar na saga dos haitianos no Brasil.
Vindos de uma terra devastada, que antes do terremoto pouco ou nada tinha a lhes oferecer, eles imigram para o Brasil em massa, desde 2011.
Imigração é de competência exclusiva do Governo Federal.Está na Constituição. Não quero começar um jogo em empurra-empurra, mas esta é a verdade. O que o Governo  Federal fez nestes últimos três anos para deter ou acolher com dignidade estas pessoas, que não falam português e que muitas não tem qualificação? Como eles chegam, quem os traz, para onde vão?
Se é para deixá-los famintos, em condições insalubres, sem trabalho,não seria melhor impedir sua chegada? Investigar como eles chegam, se há um mercado negro para transportá-los?
Agora pior que tudo, é encher aviões com haitianos e mandá-los para a cidade de São Paulo, sem ao menos comunicar o governo estadual ou municipal, sem ter uma instituição que os acolha e os encaminhe. Isto é uma molecagem nojenta de um governador que está lidando com seres humanos em um nível mais baixo do que se lida com animais.É a bestialização do problema com toques de deboche ao acusar "as elites do sul de preconceito racial".
Em São Paulo eles estão dormindo em colchões, com uma refeição por dia, providenciada por uma instituição ligada à Igreja Católica que já dissse que não dispõe de condições para atendê-los. De lá elesvão para onde? Para as ruas? Para se juntar aos bolivianos que trabalham como escravos em confecções? Para aumentarem as estatísticas como vítimas de crimes violentos ou partir para a marginalidade em busca de sobrevivência? Será que daqui a alguns dias alguém vai vender haitianos em feira, como fizeram com dois jovens bolivianos no final do ano passado?
E o Governo Federal, o que fez? Este silêncio é vergonhoso.


2 comentários:

  1. Quem paga as passagens aéreas é o Ministério do Desenvolvimento Social.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O frio está chegando e hoje o Ministério do Trabalho investiga denúncia de aliciamento de 20 haitianos para trabalhar em uma fazenda no Sul em condição análoga a de escravos.

      Excluir

Deixe aqui seu comentário: